17 março 2009

Comadre Fulozinha - mitos nordestinos


Histórias da guardiã da mata

Comadre Fulozinha, conforme nos ensina o mestre Câmara Cascudo, é um ente mitológico, uma fantástica e misteriosa mulher que vive na floresta, sempre pronta a defender animais e plantas contra as investidas dos predadores da natureza. É uma caboclinha que tem longos cabelos negros, que lhe cobrem o corpo.

Ela é caminhante, brincalhona e vive na Zona da Mata de Pernambuco. Consegue desaparecer sem deixar rastro e adora fazer tranças na cauda dos cavalos. Ela protege a caça contra os caçadores, desorientando-os com seus assobios e fazendo com que eles fiquem perdidos na mata. Adora receber presentes como mingau, confeitos e fumo.

Se ta difícil de acreditar, então veja esse depoimento de João Balado. Caboclo veio sertanejo, ele jura que já viu o Lobisomem e Comadre Fulosinha.

Saiba mais sobre o folclore brasileiro
Comadre Florzinha: o romance da serra das flechas

Uma história da Comadre Fulozinha
Zeza trabalha com a família há uns 30 e muitos anos. É nossa cozinheira e faz uns quitutes irresistíveis! Cozinha no fogão a lenha, faz canjica, cuscuz de massa, cocada, bode assado, guisado e um pão integral maravilhoso!

Enquanto ela fica cortando rabanete, nabo, picando alho-porró, cortando jambu, conta as histórias deste lugar. Estamos na área rural do município de Gravatá, uma área de transição entre Zona da Mata e Agreste. Neste brejo de altitude, ela nasceu e se criou e conta o que viu e ouviu desde pequena.

Perguntei-lhe sobre a Comadre Fulozinha e ela me disse que seu tio fez um pacto com a Comadre: todos os dias colocaria na mata um prato de barro cheio de mingau de massa de mandioca. Em troca, ela o “deixaria” caçar um animal dentro da mata. Mas somente um. Todos os dias ele mandava sua esposa fazer o mingau. Ela fazia sem questionar, mas ficava sempre um pouco desconfiada. Todos sabem que a Comadre não pode com pimenta. Nem pense em oferecer ou colocar na sua comida que ela fica muito brava!

Um dia, já cansada de fazer o tal mingau, a esposa decidiu colocar pimenta e entregou o prato ao marido sem dizer nada. Naquele mesmo dia, o caçador não encontrou sua caça e se perdeu na mata. De manhãzinha, chegando em casa, perguntou à esposa o que ela havia feito e soube o que ocorrera.

A mesma Zeza conta, ou melhor, perdeu a conta de quantas vezes teve que desatar as tranças das caudas dos cavalos que a tal Comadre Fulozinha fazia. Diz que era tão difícil desatar, chegava a criar calo na ponta dos dedos!

Caso conheça alguma história sobre Comadre Fulozinha, entre em contato ou deixe um comentário relatando.

Fonte:
www.comadrefulozinha.com.br


76 comentários:

  1. Pois é caro Marcos...

    Nosso Folclore é muito bom.

    Belo post.

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Olá Marcos,
    Eu não conhecia a a história da Comadre Fulozinha, adooorei! nosso folclore é rico e muito intressante.
    Um abraço,
    Dalinha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assista ao filme cumade fulozinha 1 e 2 ou tem ele 2 em 1 e já tem também o filme cumade fulozinha 3.É imperdível,eu ainda não assisti,mas dizem que é legal!!!!

      Excluir
    2. uma vez quado eu e meus amigos a duto fomos pecar panpu na manta agente primeiro escultol a asoviu e depois agente se perteu na manta depois de muito denpo que agente achou o caminho de vota a gente estava na. frente de uma casa que eu minlenpro antes de agente se perte no estava na frente da casa

      Excluir
    3. Já assisti o 3 e é muito bom ! Dá o foco nela .. Assistam !!!

      Excluir
  3. No norte de Minas Gerais, no vale do mucuri, ouvia quando criança ouvia as histórias do caboclinho dos rios e também de uma caboclinha das matas, mas, teria que recorrer a minha mãe para tais histórias...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha gente PAREM com isso a MARIA FLORZINHA ñ existi nãooooooo.....

      Excluir
    2. Existe sim . Só se ela morreu!

      Excluir
  4. Poeta Marcos.
    Vá no youtube e pesquise "João Badalo", lá você vai encontra um depoimento de um cabra que viu a própria. Pense num cabra doido!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. gostei eu vou ver tanbem
      esse youtube e vou pesquizar
      joao badalo

      Excluir
    2. o meu irmao tem esse dvd e eu ja asisti
      e emuito bom e eu gostei e vc?

      Excluir
  5. Menino, pois não é que o João Badalo viu a Comadre Fulozinha, via até o Lobisomem! Já coloquei até o link no post.

    Obrigado por indicar. Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Vocês conhecem o grupo Comadre Fulozinha? Marcelle http://pedacinhodacel.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nao e vc conhece eu nunca ouvi falar
      do grupo da comadre fulozinha eu ja ouvi
      falar da comadre so mente beeeeeeijos

      Excluir
  7. Muito bonita a historia da comadre Fulozinha, sem dúvida nenhuma a floresta pernambucana está bem protegida. Nosso folclore é muito rico, há muito o que contar.

    ResponderExcluir
  8. eu ja a comadre fulozinha minha mãe fazia papa i funo o nosso foclore e muito rico ha ainda tem muita historia pra contar

    ResponderExcluir
  9. Um dia quando andava com minha mãe na mata, escutei um assobio e um grito e então eu repeti e quando o grito parou veio o mesmo grito meu ouvido.
    A trilha toda que dava o caminho para minha casa sumiu e virou umas arvores grandes.Comecei a chorar e pedir desculpas e então a trilha se formou novamente.Saí dali imediatamente para minha casa.

    Também sei de um caso de uma garota que tinha os cabelos longos,lisos e loiros e ela morava perto dessa mata.Todo dia que ela acordava percebia que seu cabelo estava cheio de tranças e nós,impossiveis de desembolar.Ela dizia que quando ia dormir escutava barulhos de gente caminhando e assobios.
    A mãe dela muito preocupada se mudou para longe,pois não aguentava mais.

    Quando isso aconteceu eu tinha 12 anos e hoje ao 58,nunca vou me esquecer disso.

    Antonia.

    ResponderExcluir
  10. olá gente! Somos fundadores da Reseva Ecológica do Contente em Gravatá que é reconhecida pelo Ministério do meio Ambiente. Como A lenda da Comadre fulozinha nasceu em Gravatá, segndo Câmara Cascudo, historiador cultural, estamos desenvolvendo em nossa trilha ecológica, encontro com a protetora das matas onde a "Comadre" repassa teatralmente, vindo de dentro da mata, os cuidados com a Natureza e para divertir, pede oferendas..... Espero que divulguem e venham visitar e dar opiniões. A comadre Fulozinha é um ícone da preservação ambiental e nasceu aqui em Gravatá!!! ajudem-nos com idéias.... Serra do Contente Gravatá-PE - fone: 81-88123746- 87153699- valeu!!!

    ResponderExcluir
  11. felyp disse...
    nossa as historias da guardia da mata e supreendente a cidade de gravata no flocore deve ficar assustada.pensei em que fazer um trabalho sobre ela seria chato né mais e interesante gostei
    muito e cuidado com os cavalos gravatence;ajude o colegio albert einten no mundo das floresta esta procimo o evento que vai descubrir o(a)aluno(a)
    albert isto vai ate no dia:24/11/2009 colabore eta valendo uma bolssa de estudo no melhor colegio da paraiba na cidade de sape escriçoes ate o dia 23/11/2009-APROVEITE DIRETOR:Rubens

    ResponderExcluir
  12. Estive na Reserva Ecológica Serra do Contente, em gravatá, que é uma mata de brejo de altitude, e na trilha ouví dos munitores muita estória de cumadre fulozinha, tive até um susto pois quando colocamos um pouco de água na caneca das oferendas, a caneca pulou sem agente esperar, não sei se existe, mas a verdade é que é muito interessante esta lenda para nossa cultura. E tem também a estória do Pantel. Visite a Serra do Contente, é muito interessante. (denys)

    ResponderExcluir
  13. eu lembro que eu parava de almocar pra ouvir meu primo me contar historias de "Maria Florzinha", que eh como el chama. Ja aprontamos muito tambem com os mais novos. A que eu mais lembro foi numa festa na casa de meus avos, em uma festa, muita crianca, e eu, esse primo e a irma dele [prima em todo caso =D] fomos no quartinho dos fundos, com um monte de pirraia seguindo a gente, batemos na porta e meu primo fez uma voz bem diferente dizendo que ia "pegar a gente", pense numa carreira!!! so nos 5 de nos ficamos sentados la morrendo de rir!!! eh muito bom quando a gente pode crescer no meio de cultura, o que nao acontece hoje em dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. me descupe dizer mas não e maria fulozinha
      e comade fulozinha porque vc nao pesquiza
      a historia dela ela erra uma joven bonita certo
      dia seu pai foi para o trabalho e disse que quando
      ele chegase queria o almoço pronto ai ela não fez
      e ela tava brincando de boneca e oseu pai deulhe
      uma sura de chicote e ela coreu para a mata e ela
      virou a protetora das matas e animais

      Excluir
    2. concordo com meu amiiigo de cima "anônimo"

      Excluir
  14. OI MEU NOME É CAROLAYNE E GOSTEI MUITO DO FLOCORE

    ResponderExcluir
  15. Com a desmitificação do mito pela filosofia grega o mito passou a ocupar lugar secundário,transformando-se em historietas regionais.
    O mito da comadre "fulozinha" é um dos muitos mitos folclóricos de nossa cultura nordestina que ainda promove crendices supersticiosas e mais,desvinculação com o natural e o racional.
    Todos os fenômenos produzidos pela suposta coboclinha;como trança-dura de cavalo e toda sorte de peripécias são perfeitamente explicado pela ciência parapsicologica.Para aqueles que a creditam na comadre da mata isto não é fato é mito.

    ResponderExcluir
  16. Só sinto lhe informar que Cumadi Fulorzinha ou Maria Fulorzinha como chamamos aqui na Paraíba não é nenhum fenomeno típico de Pernambuco, em todo Nordeste há essa lenda, justiça seja feita.

    ResponderExcluir
  17. Nossa isso dáh medo :S
    ;D Muito legal

    ResponderExcluir
  18. essa cumadre fulorzunha cuida das matas mas tbm apronta cada uma!já assistir o filme i ela espancava as pessoas que chamasem ela de caipora!mas tbm ~b precisa espancar ná ja é muito ejaseiro...cuidado vcs tbm quando for pra um sítio ou engenho com ela nunca chame-a de caipora

    ResponderExcluir
  19. eu digo que gostei. Sou nordestino da cidade de maceio dee belas prais e de belas mulheres.nao sei se igual a cumadre fulorzinha.que tem uma flor tao grande e tao gostosa de comer.

    ResponderExcluir
  20. essa historia é uma merda!!!!
    eu não entendi nada dessa historia
    de cumadre fluorsinha..

    ResponderExcluir
  21. Goatei muito dessa História!
    Já assisti o filme e vi que ela apronta muito
    mas nu fundo eu eu sei que ela é boazinha.....

    ResponderExcluir
  22. Se ela existisse as matas não estariam poluídas

    ResponderExcluir
  23. meu da muito medo querem me tirar esse medo ligue para mim meu numero é 85132596 e meu nome é caio

    ResponderExcluir
  24. eu ja ouvi fala nessa historia muitointereçante

    ResponderExcluir
  25. eu Já ouvi falar e acredito porque eu já morei no pernambuco e todos la falam e eu já ouvi ela assoviando de noite e da muito medo mais fazer o que ela e mais forte que eu !!!

    ResponderExcluir
  26. Eu acredito nessa lenda porque eu já ouvi o assovio dela e todos la em pernambuco falam dessa lenda e eu não acho que se isso fosse mentira todos iam falar e virou ate filme!!!!!!!!!!!!



    AliNeymar eu te amo espero que um dia eu te conheça moro no paulistano sp

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aq e o Neymar me de seu numero e seu nome do face

      Excluir
  27. as minhas amigas ja levaram uma pissa dela porque elas foram faser piqui nique a noite e o meu amigo chamou nome com ela e o povo diz que ela ñ gosta que chame nome com ela e ele chamou por que ela tava asubiando muito e ele chamou e ela ñ gostou e colocou a minina em uma toca de espinhos e a outra deu uma pisa nela e depois eles sairam correndo

    ResponderExcluir
  28. eu ja sabia da comadre flezinha

    ResponderExcluir
  29. me lembro que meu pai mim falou que a maria florzinha ficava chamando as minhas tias, ela ficava assobiando chamando ela pra mata ,ele falou que as minhas tias corriam com medo para dentro de casa para se esconder da maria florzinha(elas moravam num engenho lá em ipujuca é o engenho santa rosa

    ResponderExcluir
  30. Um dia quando andava com minha mãe na mata, escutei um assobio e um grito e então eu repeti e quando o grito parou veio o mesmo grito meu ouvido.
    A trilha toda que dava o caminho para minha casa sumiu e virou umas arvores grandes.Comecei a chorar e pedir desculpas e então a trilha se formou novamente.Saí dali imediatamente para minha casa.

    Também sei de um caso de uma garota que tinha os cabelos longos,lisos e loiros e ela morava perto dessa mata.Todo dia que ela acordava percebia que seu cabelo estava cheio de tranças e nós,impossiveis de desembolar.Ela dizia que quando ia dormir escutava barulhos de gente caminhando e assobios.
    A mãe dela muito preocupada se mudou para longe,pois não aguentava mais.

    Quando isso aconteceu eu tinha 12 anos e hoje ao 58,nunca vou me esquecer disso.

    Antonia.
    24 Setembro, 2009

    ResponderExcluir
  31. ela é muito lega
    eu gosto muito de lendas

    ResponderExcluir
  32. Eu acredito na historia de cumadre fulozinha pois moro no interior da paraiba perto de uma encruzilhada e de vez em quando a meia noite quando estou sem sono eu escuto a cumadre assoviar.
    A primeira vez que escutei contei pra minha mae tremendo e chorando apavorada.
    O assovio dela é diferente de uma pessoa normal, quando nos assoviamos sempre paramos um pouco para respirar, ja ela parece que nao respira passa muito tempo e é muito agudo chega a dar medo sempre que escuto fico apavorada!

    ResponderExcluir
  33. Moro no enterior do pernanbuco na cidade de cupira, o nosso municipio ja foi muito abusado por comadre fulozinha dizem meus pais que a cerca de 50 anos atras eles mesmos sao prova da existencia da comadre pelas suas travessuras exemplo: tranças em cavalos,caçadores perdidos na mata e ate mesmo surra em cabros que desafiavam ela isso é o que eu sei sobre comadre fulozinhah....
    Elisan melo poeta pernanbucano

    ResponderExcluir
  34. já ouvi muitas historias sobre a comadre fulozinha.Inclusive,a madrinha do meu irmão diz que quando era criança brincava de bonecas com ela.CREDO! morro de medo!!!

    ResponderExcluir
  35. a historia da cumade e interesante uma mulher perto da casa da minha avo disse que ja vio ela .nossa so de escutar fiquei com medo.

    ResponderExcluir
  36. eu sou a maior fã da cumade fulozinha ja vi ela me diceram q eu sou decendente dela fiquei com mto medo

    ResponderExcluir
  37. a comadre fulozinha existe toda semana ela faz transa no cavalo do meu pai , que fica ta no sitio da minha avó que fica em pernambuco na zona da mata sul, e o mês passado ela deu uma pisa no cachorro do meu irmão na mata que ele sempre gosta de caçar e também ela deu um asoviu no ouvido dele que ele quando ficou surdo.
    o avÔ do meu avô ele , sempre gostava de fumar cachimbo e toda vez ele que ele fumava deixava cachimbo no banco , e ela ia e pegava e fumava , um dia ele colocou sal no cachimbo quando ela fumou danou o cachimbo na testa dele ,e deu um asoviu bem fino e alto no ouvido que,ele morreu surdo de um ouvido.isso é a mais pura verdade.Fabricia

    ResponderExcluir
  38. Oiiiiee eeeu conheço uma histOria da cumadre florsinha...
    Minha mae me contou q quando ela era pequena e todas as amiguinha dela eram tbm... tinha essa tal dessa mulher so que la era uma meniina de cabelo grande preto e muiito bonita,minha mae falou para mim q de vez em quando ela botava fumo para a cumadre a noite e quando era no outro dia o fumo n estava mas la ..
    ela me contava q ela jogava pedras na rede da minha tiaaa e a minha tia chorava,ela vinha e puxava o cabelo dela , dizem por ai q ela n gosta q chame-a de curupira,de meninas de cabelo grande ou unhas grandes,issu que eu acabei de falar naum é comprovado porque foi minha mae q me falou mas eu axo q é a mais pura verdade porque ela naum ia inventar uma historia dessas ...
    esses fatos ocorreram e pernambucO perto de itabaiana em Fasendinha Pe __

    ResponderExcluir
  39. essa historia nao e mito,meus pais sao do interior de alogoas e sempre falam nesta historia,e ninguem qe me contaram sobre ela nao consegue ver ela,as pessoas so ver os cabelos dela,moro em recife perto de uma mata meu esposo sempre ia cm amigos pegar frutas,e um deles qe chamamos de nego levou uma pisa dela,porqe xingou ela e disse qe ela nao existia,meu esposo cm os amigos dele ficaram soh olhando todos faram qe o cabelo dela e loiro,o rapaz chegou todo lapiado,gente nao e mito todos qe mora aqui no ibura sabe disso,nunca mais eles entram na mata do choa aqui em recife.ela fazia muitas tranças no crisna do cavalo da minha sogra,dos meus pais,meu cunhado ate hoje da mingau pra ela,pra ele poder caçar.traduzindo isto nao lenda e um espirito tipo um demonio,isso na e caso de se brincar.

    ResponderExcluir
  40. meus tios contam que quando eles eram mais jovem eles passavam por uma mata pra levar o lixo e teve um dia que do nada os colegas começaram a chamar pora ela e derrepende os matos sulbiram três conseguiram sair mais meu tio e um colega dele ficaram preso dentro da mata e maria florzinha deu um pisa nos dois que ate hoje ele e o colega dele manca do pé e tem as marcas da sipuadas.

    ResponderExcluir
  41. nossa ai credo

    ResponderExcluir
  42. infelizmente não e só uma lenda,já fui vitima da comadre florzinha tinha cabelos longos na cintura,e resolve uma noite lavar meus cabelos no quinta da casa de minha mãe,pois e no interior de pernambuco e falta muita agua no banheiro,quando terminei de lavar meus cabelos estavam cheios de nós enormes que parecia tranças uma grudada na outra não teve jeito minha familia colocava de tudo pra ver se conseguia desatar os nós os cabelereiros tb, não adiantou, todo mundo q viu disse q era coisa de outro mundo,tirei fotos pra mostra pra todo mundo

    ResponderExcluir
  43. infelizmente não e só uma lenda,já fui vitima da comadre florzinha tinha cabelos longos na cintura,e resolve uma noite lavar meus cabelos no quinta da casa de minha mãe,pois e no interior de pernambuco e falta muita agua no banheiro,quando terminei de lavar meus cabelos estavam cheios de nós enormes que parecia tranças uma grudada na outra não teve jeito minha familia colocava de tudo pra ver se conseguia desatar os nós os cabelereiros tb, não adiantou, todo mundo q viu disse q era coisa de outro mundo,tirei fotos pra mostra pra todo mundo

    ResponderExcluir
  44. Geente , isso é tudo verdade . Um dia a minha colega ''nina'' disse que o tio dela estava na carroça indo buscar água na casa de seu avô de 4:30 da manhã . Quando ele viu uma moça linda de longos cabelos muito bela , ela veio até ele e pediu fumo e disse que se ele na volta não a desse fumo ela ia-o chicoteá-lo todo . Ele chegou lá na casa do avô dele amarelo , ai a sorte que o avô dele fumava cachimbo quando ele deu ; Quando ele estava voltando ,ele olhou pra mata , não tinha nada . Então ele sacudiu o fumo pra mata que era onde ela estava . Beeijoos , e por favor acreditem kk pois eu falando nela ontem á noite ela não me deixo dormir . Tchau

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. diz a lenda que QUE FLOSINHA UMA MENINA MUITO LINDA DE LONGOS CABELOS LISOS.POIS ELA SOFRIA MUITO COM O PAI ENBREAGADO .POIS EN CHAGAR EM CASA E NAO VER SUA COMIDA PRONTA MOTIVO:SUFICIENTE PARA FICAR POSSUIDO PELO ODIO FLOSINHA ESTAVA BRINCANDO DE BONECA E NAO FEZ A COMIDA DO PAI.LEVOU UMA PISA DE SEU PAI O SANGUE ESPIROU NA BONECA FLOSINHA ASSIM QUE LEVOU A PISA SAIU NA MATA SEM DA SARTIFASOES E TA DESAPARECIDA ATE HOJE.
      EU SEI DESSA HISTORIA POR QUE MINHA MAE COLOCAVA FUMO PRA ELA FUMAR. E TAMBEM JA PERDEU O AVO DO MEU AFILHADO NA MATA.E SO ISSO PO INQUANTO OBRIGADA PELA ATENSAO DE VCS MEU NOME E RAYANA ANULINA E QUALQUER COISA ENTRE CONTATO COMIGO PELO FACEBOOK SO E BOTA RAYANA ANULINA QUE APARECE THAU

      Excluir
  45. eu tenho 12 anos e acho legal essa historia

    ResponderExcluir
  46. eu acho isso uma piada isso não esiste isso é um mito contado por pessoas muitos antigas no filme dela tem que nigum pode filmar ele e como fizeram um filme com ela isso pra mim não passa de muitas mentiras que comtam pra boi dormir eu acho isso uma mentira isso tudo é pala sacou pow

    ResponderExcluir
  47. Eu já vi um cavalo de um amigo meu com o rabo todo trançado, umas tranças bem pequeninhas e apertadas, então ele falava que tinha sido Cumadre Florzinha,o engraçado era que quando se colocava o cavalo no rio as tranças iam se desmanchando, mas se tentássemos tirar eram bem apertadas e quando íamos na mata ouvíamos assobios bem finos e altos era ela com certeza! muitos diziam é um guará, mas quando se falava cumadre florzinha,o pé batia na bunda de tanto correr .........

    ResponderExcluir
  48. eu tenho 15 anos e so fasinada pela historia da cumadre fulozinha, ja ouvi muitas historias sobre ela, e a que mais mim empresionol foi a que meu vizinho mim conto, ele ja e idoso e sempre mim falo desas historias mais ele sempre mim falava da cumadre fulozinha, ele ate mim conta que quando ele era mais novo ele morava perto de uma mata e sempre ouvia assuvios, ele afirma que era ela.
    A mulher dele tambem mim diz a mesma coisa e a mulher dele ja mim falo que viu a cumadre fulozinha ela passou na sua frente com um sipo de urtiga na mao e com logos cabelos que cobria seu rosto. Ela tambem mim falava que ela gosta de oferndas com, papa de mingal e fumo, ela tambem mim falo que ela gosta de fazer transas nos rabos dos cavalos e que ela gosta de (Coco Dende). Tambem soube que a um lugar aqui na paraiba que ela vive, e qualquer hora que chegasse ouvia assuvios dela. Pra falar a verdade nunca vi, mais ja ouvi muitos assovius dela e sempre que ouvia os assoviu minha mae mim falava e ela... Eu acredito na cumadre fulozinha mesmo nunca ter visto.
    Mesmo que ela exista ou nao. O bom e deixar ela queta no seu canto, muitas foram feitas para serem descobertas e outras foram feitas para ficarem como lendas...
    "Obrigado pela a atençao".

    ResponderExcluir
  49. eu tenho 15 anos e so fasinada pela historia da cumadre fulozinha, ja ouvi muitas historias sobre ela, e a que mais mim empresionol foi a que meu vizinho mim conto, ele ja e idoso e sempre mim falo desas historias mais ele sempre mim falava da cumadre fulozinha, ele ate mim conta que quando ele era mais novo ele morava perto de uma mata e sempre ouvia assuvios, ele afirma que era ela.
    A mulher dele tambem mim diz a mesma coisa e a mulher dele ja mim falo que viu a cumadre fulozinha ela passou na sua frente com um sipo de urtiga na mao e com logos cabelos que cobria seu rosto. Ela tambem mim falava que ela gosta de oferndas com, papa de mingal e fumo, ela tambem mim falo que ela gosta de fazer transas nos rabos dos cavalos e que ela gosta de (Coco Dende). Tambem soube que a um lugar aqui na paraiba que ela vive, e qualquer hora que chegasse ouvia assuvios dela. Pra falar a verdade nunca vi, mais ja ouvi muitos assovius dela e sempre que ouvia os assoviu minha mae mim falava e ela... Eu acredito na cumadre fulozinha mesmo nunca ter visto.
    Mesmo que ela exista ou nao. O bom e deixar ela queta no seu canto, muitas foram feitas para serem descobertas e outras foram feitas para ficarem como lendas...
    "Obrigado pela a atençao".

    ResponderExcluir
  50. Nossa que medo! Minha filha me contou essa historia q ela ouviu de uma coleguinha kkk. Aline,nova iguacu Rj.

    ResponderExcluir
  51. Recomendo que assistam o filme, comadre flozinha, é muito bom e meio assustador.
    E tamb acredito se existe o bem pq nao exestiria o mal, e as assombrações....

    ResponderExcluir
  52. Comadre Fulozinha não é uma assombração nem espírito, ela é um ser elemental. São responsáveis pela organização dos elementos naturais como terra, água, florestas, clima e outros. Suas histórias são contadas muito antes da chegada dos europeus ao Brasil. Os elementais não podem modificar as ações dos seres humanos por isso não conseguem impedir desmatamentos nem a destruição que os verdadeiros monstros humanos estão impondo ao meio ambiente. Os filmes produzidos sobre a Comadre Fulozinha deturparam as histórias antigas ao apresentarem uma personagem assustadora e malfazeja. Pois o sentido moral das histórias sobre a Guardiã da natureza, são puramente ecológicos. Tendo em vista que ela protege as matas contra os caçadores, assustando-os ou perdendo-os na floresta. Os relatos de Comadre Fulozinha ajudando crianças perdidas e pessoas adultas não são raros. Infelizmente as pessoas insistem em mistificar ou endemoniar aquilo que não conhecem ou não sabem explicar.
    O grande folclorista Câmara Cascudo, sabiamente apontou Pernambuco e em especial Gravatá, como os locais onde surgiram os primeiros relatos sobre a Comadre Fulozinha.
    Há quem acredite e ha quem duvide da sua existência, na dúvida, visitem as matas do brejo de Gravatá. Em especial o antigo engenho Jussará que vai se tornar uma reserva ecológica. E Lá encontrarão mais histórias sobre a verdadeira heroína do Nordeste.

    ResponderExcluir
  53. se botar pimenta na papa dela ela fica braba sim ou não.

    ResponderExcluir
  54. ela a
    fluorzinha eo horror

    ResponderExcluir
  55. comadre não e´ uma assobração nen espiŕito, ela é um ser elemental.

    ResponderExcluir
  56. eu perguntei da música tá não de histórias tá!!!!!!

    ResponderExcluir
  57. comadre fulozinha ñ e uma menina ma ñ meu avos tem um rosado e eu fui pra la com minha amigas e derrepente nos escutamos os assubios mais deixamos pra la pensavamos qui era os passarinho mais um das minha amiga disse que ja ouviu fala da tal comadre fulozinha então nos famos pergunta ao meus avos e eles disse que egistia essa tal comadre fulozinha mais eu disse que e bricadeira então nos vomos bricar na pedra enorme depois da gente brinca nos dessemos da pedra primeiro foi minhas amigas como eu fui deser eu vi ela mais ñ deu pra ver ela eu dessi correndo pros braços dos meus avos então desidir nunca mais disser qui comadre fulozinha ñ egistia.

    ResponderExcluir
  58. Eu MORREI NUM SÍTIO COM MINHA AVÓ ATÉ MEUS 12 ANOS , MINHA VÓ SEMPRE FALOU NESSA TAL CUMADE MAS NUM ACREDITEI ATÉ QUE UM DIA ESTAVA TOMANDO BANHO NO AÇUDE E ESCUTEI UNS ASSOBIOS E SAI SEGUINDO OS ASSOBIOS ATE VÊ ALGO CORRENDO PELAS ÁRVORES ,SAI CORRENDO DE MEDO E ENTREI EM CASA ATE OLHAR PELA JANELA E VER UM MULHER DE PELE BRANCA, CABELOS LONGOS E PRETOS ,OLHEI PRA ELA MORRENDO DE MEDO E ELA SAIU CORRENDO DE COCA !!! DISSE A MINHA AVÓ O QUE TINHA ACONTECIDO ELA ME CONTOU A SUA HISTÓRIA FIQUEI IMPRESSIONADA E ASSUSTADA !AGORA ACREDITO O QUE TODOS FALAVAM !

    ResponderExcluir
  59. Alguem me da o link para eu assistir cumade fulozinha online

    ResponderExcluir

Regras:
- O comentário precisa ter relação com o assunto;
- Para propostas de parcerias ou respostas sobre esse assunto, favor usar o Formulário de Contato.