09 junho 2006

Nordeste - Cultura e Festividades

Cultura
Tendo sido a primeira região efetivamente colonizada por portugueses, ainda no século XVI, que aí encontraram as populações nativas e foram acompanhados por africanos trazidos como escravos, a cultura nordestina é bastante particular e típica, apesar de extremamente variada. Sua base é luso-brasileira, com grandes influências africanas, em especial na costa de Pernambuco à Bahia e no Maranhão, e ameríndias, em especial no sertão semi-árido.

A riqueza cultural dessa região se manifesta para além de suas manifestações folclórias e populares. A literatura nordestina tem dado enormes contribuições para o cenário literário brasileiro, destacando-se nomes como Jorge Amado, José de Alencar, João Cabral de Melo Neto, Rachel de Queiroz, Clarice Lispector, Graciliano Ramos e Manuel Bandeira, dentre muitos outros. No Ceará, o movimento da Padaria Espiritual, no fim do século XIX, antecipou algumas das renovações trazidas com o modernismo, no anos 20 do século seguinte.

Na música erudita, destacaram-se como compositores Alberto Nepomuceno e Paurillo Barroso, assim como o cearense Liduíno Pitombeira na atualidade, e Eleazar de Carvalho como maestro. Ritmos e melodias nordestinas também inspiraram compositores como Heitor Villa-Lobos (cuja famosa Bachiana Brasileia Nº 5, por exemplo, em sua segunda parte - Dança do Martelo - alude ao sertão do Cariri).

Na música popular, destacam-se ritmos tais como coco, xaxado, martelo agalopado, samba de roda, baião, xote, forró, Axé e frevo, dentre outros ritmos. O movimento armorial do Recife, inspirado por Ariano Suassuna, fez um trabalho erudito de valorização desta riquíssima herança rítmica popular nordestina (um de seus expoentes mais conhecidos é o cantor Antônio Nóbrega).

Na dança, destacam-se o maracatu, praticado em diversas partes do Nordeste, o frevoPernambuco) o bumba-meu-boi, o xaxado, diversas variantes do forró, o tambor-de-crioula (característico do Maranhão), etc. As músicas folclóricas quase sempre são acompanhadas de danças.

O artesanato é também uma parte relevante da produção cultural do Nordeste, sendo inclusive o ganha-pão de milhares de pessoas por toda a região. Devido à enorme variedade regional de tradições de artesanato, é difícil caracterizá-los todos, mas destacam-se as redes tecidas e, às vezes, bordadas com muitos detalhes - e que, além de artesanato, são um artigo útil e comum na vida da maior parte dos nordestinos -; os produtos feitos em argila, madeira (por exemplo, da carnaúba, árvore típica do sertão) e couro, com traços bastante particulares; além das rendas, que ganharam grande destaque no artesanato cearense. Outro destaque são as garrafas com imagens feitas manualmente em areia colorida, um artigo produzido largamente para venda para turistas.

A culinária nordestina é muito variada, refletindo, quase sempre, as condições econômicas e produtivas das diversas paisagens geoeconômicas dessa área. Frutos do mar e peixes são utilizados bastante na culinária do litoral, enquanto, no sertão, predominam receitas que utilizam a carne e derivados do gado bovino, caprino e ovino. Ainda assim, há várias diferenças regionais, tanto na variedade de pratos quanto em sua forma de preparo (por exemplo, é sabido que, no Ceará, predomina o mugunzá - também chamado macunzá ou mucunzá - salgado, enquanto, em Pernambuco, predomina o doce). Assim, algumas comidas típicas da região são: o baião-de-dois, a carne-de-sol, o queijo de coalho, o vatapá, o acarajé, a panelada e a buchada, a canjica, o feijão e arroz de coco, o feijão verde, cozido e o sururu, assim como vários doces feitos de mamão, abóbara, laranja, etc. Algumas frutas regionais - não necessariamente nativas da região - são o a ciriguela, o cajá, o buriti, a cajarana, o embu, a macaúba e a pitomba, além de outras também comuns em outras regiões.

Festividades
E nas festividades, há destaques para as festas de carnaval de Salvador e Recife-Olinda, além de outras no interior dos estados. As micaretas, que são os carnavais fora de época, destacam-se o "Carnatal" em Natal, o "Fortal" em Fortaleza, o "Piauí Pop" em Teresina, e o "Micarande" em Campina Grande. Há também o "bumba-meu-boi" do Maranhão. Quando vai se aproximando o São João a "disputa" é para saber qual é a "Capital do Forró", as cidades de Caruaru, em Pernambuco, e a de Campina Grande na Paraíba disputam pelo título. Destacam-se também pelo seu São João as cidades de Juazeiro do Norte no Ceará e Mossoró no Rio Grande do Norte.

Há uma vasta e arraigada literatura popular de cordel que remonta ao período colonial (a literatura de cordel veio com os portugueses e tem origem na Idade média européia) e numerosas manifestações artísticas de cunho popular que se manifestam oralmente, tais como os cantadores de repentes e de embolada.

Fonte: Wikipédia



20 comentários:

  1. eu adorei este site muito obrigado por me ajudar a resolver o meu problema de meu trabalho.abraços

    ResponderExcluir
  2. eu tmbm adorei muito...

    ResponderExcluir
  3. Muito interessante adorei
    ajudou nas minhas duvidas eno me
    trabalho adorei esse site
    bjsss...xau

    ResponderExcluir
  4. eu amei, foi muito bom, agora já posso fazer o meu trabalho.obg! abraços

    ResponderExcluir
  5. eu adorei este site muito obrigado por me ajudar com meu trabalho.abraços

    ResponderExcluir
  6. Massa de Mandioca!!!!

    ResponderExcluir
  7. eu nao aprioveiteii muitooooo pq eu queriaa sabe msmmmmm

    ResponderExcluir
  8. finalmente! agora posso terminar minha lição de casa! muitos mais muitos obrigados!

    ResponderExcluir
  9. HAHA adooreeei Tiireei miinhaas Dúviidas tiinhaa qee apresentaar um TRABALHO falando sobree CULTURA NORDESTINA ee o sitee mee ajuudou muiito OBG meesmo :D

    ResponderExcluir
  10. Obrigado, mas pode deeesligaaar o vriibradorr!

    ResponderExcluir
  11. muito interessante! gostei muito, pois eu tinha um trabalhar para apresentar sobre a nossa cultura nordestina, e o site mim ajudou uito! valew!

    ResponderExcluir
  12. achei legal!amei o boi-bumbá!

    ResponderExcluir
  13. Adorei tudo!
    Pode realmente captar o conhecimento para elaboração de meu trabalho.
    Como faço turismo saber é minha função divulgarei a meus colegas.
    obrigado: Josane R Soares

    ResponderExcluir
  14. Faltou falar do São João de Patos que hoje já eh considerado a 4ª maior festa de São João do Brasil. Fik a Dik

    ResponderExcluir
  15. muito obreigado por me ajudar no meu trabalho.achei muito interesante esse site

    ResponderExcluir
  16. adorei serio gostei muito vou poder fazer o meu trabalho em paz obrigadooooooooooooooo!!!!!!!!!!!!♥♥♥♥♥♥

    ResponderExcluir
  17. Amo o Nordeste e tudo o que ele tem para nos oferecer, não são apenas praias bonitas, são pessoas acolhedoras, cultura que não se acha em lugar nenhum no mundo, hoje para mim o Nordeste brasileiro é o melhor lugar para se estar no mundo.Vivi a minha infância em Natal - RN e nunca esqueço as coisas lindas que ali vivi, Um CHEIRO para todos os irmãos Nordestinos que tanto amo!

    ResponderExcluir

Regras:
- O comentário precisa ter relação com o assunto;
- Para propostas de parcerias ou respostas sobre esse assunto, favor usar o Formulário de Contato.